Jesus disse: ‘quem se enaltecer será humilhado’. O que Paulo faz em 2 Coríntios 11 e 12 senão se enaltecer arrogantemente até aos céus?

Disse Jesus: E o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado.  Mateus 23:12 Veja que, em nenhuma hipótese Jesus permite o enaltecimento. Não há exceção. Jesus é o líder, e o mestre, e o grande Rei. Não há exceção para homem algum se enaltecer. Mas o que faz o falso apóstolo Paulo em 2 Coríntios 11 e 12? Pois bem, ele se exalta e enaltecer a si próprio arrogantemente. Como filho de Satanás que era, orgulhosamente elogia a si próprio até chegar a ser irritante. Paulo diz fazer isso para rebater…

Por que Paulo, autor de metade do Novo Testamento, praticamente não cita os ensinos de Jesus?

É mesmo de se admirar o fato de que o autor de metade do Novo Testamento, ou seja, ou autor de metade dos livros que explicam o cristianismo, não faça menção direta dos ensinos do Mestre conforme temos conhecimento através dos Evangelhos. Há uma ou outra passagem com citação indireta ou distorcida (1 Cor. 7:10-11, 9:14) e só. Nem uma explicação, detalhamento, extensão ou aplicação dos ensinos de Jesus. Nada! Pense bem, caro leitor, ele escreveu uma enormidade, mais que qualquer outro no Novo Testamento, e fazia questão de não mencionar os ensinos de Jesus. Não lhe parece estranho? Isso chamava a atenção de estudiosos da Bíblia no…

Satanás tinha poder sobre Paulo, mas não tinha nenhum poder sobre Jesus

Paulo diz que Satanás o impediu de visitar certos irmãos. Veja bem, não foi o Espírito Santo, mas Satanás que estava, nesta ocasião, comandando o itinerário de Paulo: Por isso bem quisemos uma e outra vez ir ter convosco, pelo menos eu, Paulo, mas Satanás no-lo impediu. – 1 Tessalonicenses 2:18 Que diferença, caro leitor, dos ensinos de Jesus: Não mais falarei muito convosco, pois o governante do mundo está chegando. E ele não tem nenhum [poder] sobre mim. – João 14:30 Satanás não poderia impedir a ação do Espírito na terra. Admitir isso seria dizer que é possível que Satanás se interponha…

Paulo diz que homem só conheceu o erro quando Deus deu a Lei a Moisés ( Romanos 7:7-9 )

Paulo em sua carta aos Romanos diz que o homem só passou a ter ciência do que é ou não pecado quando Deus deu a Lei a Moisés. Por incrível que pareça, ele diz que os homens não tinham condição de saber o que é cobiça antes dos 10 mandamentos: Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás. Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, operou em mim toda a concupiscência; porquanto sem a lei estava morto o pecado. E…

O livro de Tiago é uma compilação de provas a ser usada em um julgamento contra Paulo em Éfeso.

Atos 19 fala de Paulo teve que sair da sinagoga onde ele ensinou em Éfeso. Apocalipse 2:2 fala de um julgamento em Éfeso, no qual os efésios “puseram à prova os que se diziam apóstolos e não eram, e descobriram que eles eram mentirosos”. A vida de Paulo está sempre relacionada com uma grande oposição na Ásia (2 Coríntios 1:8-9, 2 Timóteo 1:15, Atos 19:8-10). Pois bem, no capítulo um da Carta de Tiago, o irmão de Jesus alerta os cristãos dispersos que eles passariam por muitas tentações que requereriam sabedoria. Ele confronta o ensino absurdo de Paulo de que a lei dava vida…

O falso apóstolo Paulo inaugurou o uso de relíquias pelo cristianismo de imitação (Atos 19.11-12)

A veneração a objetos é condenada como sendo superstição idólatra nas Escrituras Hebraicas. Nos Evangelhos não há qualquer relato do uso de objetos intermediários nas curas e ressurreições realizadas por Jesus. Como temos demonstrado, o joio que seria plantado no meio do trigo no nascente cristianismo o foi através do falso ‘apóstolo para as nações’ Paulo. E também na introdução do uso de relíquias sagradas ele foi pioneiro: E Deus pelas mãos de Paulo fazia maravilhas extraordinárias. De sorte que até os lenços e aventais se levavam do seu corpo aos enfermos, e as enfermidades fugiam deles, e os espíritos malignos saíam…

Paulo foi rejeitado pelos Efésios como falso Apóstolo. Jesus parabenizou aos Efésios por isso. (Comparando Efésios 1:1 e 2 Timóteo 1:15 com Apocalipse 2:2)

Paulo alegou ser apóstolo em sua carta aos Efésios (Efésios 1:1), mas mais tarde, em sua segunda carta a Timóteo, Paulo declara que “todos aqueles que na Ásia se afastaram de mim” ( 2 Timóteo 1:15 ). Éfeso era, na época, a maior cidade da Ásia [Menor], então isso significa que em algum momento depois de escrever sua carta, eles, os Efésios, por algum motivo, deixaram de considerá-lo como um verdadeiro apóstolo. Note que ele não diz que os crentes na Ásia abandonaram a fé cristã, e ele não diz que eles abandonaram os apóstolos originais de Jesus. Paulo diz apenas que os crentes na Ásia…