foto/divulgação:

II Seminário Estadual de Ouvidores e II Encontro dos Ouvidores do Governo do Estado de SC em 22 e 23/09

Nos dias 22 e 23 de setembro de 2009 aconteceu no Teatro Pedro Ivo Campos, em Florianópolis, o II Seminário Estadual de Ouvidores e também o II Encontro de Ouvidores do Governo do Estado de Santa Catarina, realizado em parceria com a Associação Brasileira de Ouvidores de SC. O evento contou com a presença de prefeitos de algumas cidades catarinenses e ouvidores das mais variadas áreas da Administração e dos Serviços Públicos.

A abertura do evento foi motivada pela apresentação dos organizadores, entre eles Ivo Vanderlinde, ouvidor-geral do Estado e com a palestra apresentada por Elaine Pinto, ouvidora-geral da União, com o tema “A Ouvidoria Pública Brasileira: realidade e perspectivas”.

No período vespertino, as palestras “Gerenciamento de reclamações para ouvidorias” e “Administração de conflitos” foram apresentadas respectivamente por Luiz Carlos Iasbeck e Eunice Nascimento, momentos em que foram esclarecidos os objetivos e funções de uma ouvidoria, bem como as condições para gestão, o fluxo da constatação, os cuidados que devem ser tomados pelos ouvidores em relação ao percurso e uma maior compreensão do que é um conflito e dicas de como solucioná-los.

Posteriormente, o painel “A instituição ouvidoria em consolidação”, apresentado pela presidente da ABO/SC, Eleonor Mekari, o ouvidor da Câmara dos Deputados, Mário Heringer, os palestrantes Luiz Carlos Iasbeck e Mário Nélson Alves Júnior, tendo como moderador o ouvidor-geral do Estado, Ivo Vanderlinde, abriu a discussão focada no Projeto de Lei que está no Congresso Nacional a fim de regulamentar a atividade do ouvidor.

A manhã do segundo dia foi reservada aos ouvidores do Governo do Estado, com as palestras “Controle interno do Poder Executivo”, por Herta Machado Capaverde, e “Ouvidoria como instrumento de melhoria de processos”, apresentada pelo ouvidor-geral e pelo coordenador de avaliação e funcionamento da Ouvidoria, Marlei Luiz Rinaldi.

No período da tarde, Alexandre Diogo expôs o tema “Gestão e implantação de ouvidoria”, onde abordou inicialmente assuntos relacionados ao diagnóstico organizacional e a qualidade dos serviços e, tão logo, orientou sua apresentação no passo a passo na implantação de uma ouvidoria, as pessoas que a envolvem, seus processos, o trabalho em equipe que exige e, por fim, métricas e indicadores para ouvidorias.

Cristina Ayoub Riche se apresentou em seguida, explorando o tema “Ouvidoria pública: um direito de quarta geração”, em que se concentrou na verificação e exposição de leis que envolvem o trabalho do ouvidor e a intenção de uma ouvidoria.

Para encerrar o evento, Dalmir Sant´Anna discorreu sobre “Competência e habilidade do profissional” em uma apresentação inusitada e participativa.

Ao sair do Teatro, os participantes puderam compreender melhor seu trabalho e seu papel dentro de uma organização, seja ela pública ou privada. Além disso, saíram com a certeza de estarem contribuindo para o crescimento e aprimoramento da organização e no amadurecimento social.

–Vanessa Vidal Riso–

galeria de imagens


Advertisements