foto/divulgação:

Foram prorrogadas para o dia 15 de abril (domingo) as inscrições para o Programa de Capacitação do Servidor da Prefeitura de Florianópolis, que irá atender cerca de 1,3 mil funcionários da administração municipal. As inscrições são realizadas exclusivamente pela internet, por meio do site do Programa. As aulas serão a distância e começam no dia 18 de abril.

A capacitação é voltada para os servidores municipais que utilizam o sistema de protocolo eletrônico. Até o final do ano, os servidores passarão por 385 horas de capacitação em temas como redação oficial, gestão da constatação, gerenciamento eletrônico de documentos e modelagem de processos.

Considerado um dos maiores projetos de capacitação do corpo funcional da Prefeitura, a atividade faz parte da execução em Florianópolis do Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT), linha de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O primeiro módulo da capacitação, que inicia no dia 18 de abril e terá 120 horas, abordará bases de educação a distância, redação oficial e gestão da constatação. Gerenciamento eletrônico de documentos e segurança da constatação são os temas do segundo módulo, que terá 60 horas aula. Já o terceiro módulo, de 90 horas, reúne conteúdo sobre modelagem de processos. O quarto módulo é optativo e oferecerá capacitação em atendimento ao público, informática básica, inglês, espanhol e secretariado. A capacitação será ministrada pela Unisul Virtual.


Sobre o PMAT

Além do programa de capacitação, os recursos do PMAT serão aplicados na implantação do Gerenciamento Eletrônico de Documentos (GED) na Prefeitura de Florianópolis, que prevê a digitalização de oito milhões de páginas e o armazenamento seguro dos documentos que hoje existem apenas em papel. Dessa forma, a Prefeitura irá construir uma base de informações que possibilite o acesso centralizado e facilitado a todos os documentos.

Os recursos do PMAT também serão destinados para a integração de diferentes plataformas de tecnologia da constatação implantadas na Prefeitura e para o desenvolvimento de sistemas de armazenamento e operação segura dos documentos eletrônicos, bem como para a recuperação de informações. Os investimentos totais do PMAT para Florianópolis serão de R$ 10,8 milhões, dos quais o BNDES financiará 90%.


Advertisements