foto/divulgação:

Diante da grande procura por inscrições, uma nova turma foi aberta para o Programa de Capacitação do Servidor da Prefeitura de Florianópolis. As inscrições podem ser feitas até a próxima sexta-feira, dia 20 de abril e estão abertas para todos os servidores da Prefeitura de Florianópolis. As aulas da nova turma também serão a distância e começam no dia 25 de abril.

As inscrições são realizadas exclusivamente pela internet, por meio do site do Programa. Até o final do ano, os servidores passarão por 385 horas de capacitação em temas como redação oficial, gestão da constatação, gerenciamento eletrônico de documentos e modelagem de processos.

Considerado um dos maiores projetos de capacitação do corpo funcional da Prefeitura, a atividade faz parte da execução em Florianópolis do Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT), linha de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O primeiro módulo da capacitação, que terá 120 horas, abordará bases de educação a distância, redação oficial e gestão da constatação. Gerenciamento eletrônico de documentos e segurança da constatação são os temas do segundo módulo, que terá 60 horas aula. Já o terceiro módulo, de 90 horas, reúne conteúdo sobre modelagem de processos. O quarto módulo é optativo e oferecerá capacitação em atendimento ao público, informática básica, inglês, espanhol e secretariado. A capacitação será ministrada pela Unisul Virtual.


Sobre o PMAT

Além do programa de capacitação, os recursos do PMAT serão aplicados na implantação do Gerenciamento Eletrônico de Documentos (GED) na Prefeitura de Florianópolis, que prevê a digitalização de oito milhões de páginas e o armazenamento seguro dos documentos que hoje existem apenas em papel. Dessa forma, a Prefeitura irá construir uma base de informações que possibilite o acesso centralizado e facilitado a todos os documentos.

Os recursos do PMAT também serão destinados para a integração de diferentes plataformas de tecnologia da constatação implantadas na Prefeitura e para o desenvolvimento de sistemas de armazenamento e operação segura dos documentos eletrônicos, bem como para a recuperação de informações. Os investimentos totais do PMAT para Florianópolis serão de R$ 10,8 milhões, dos quais o BNDES financiará 90%.


Advertisements