Discutir o papel do conselho de saúde e as propostas das ações na área são os objetivos da VII Conferência Municipal de Saúde de Teresina, que começa às 19h desta quarta-feira (08), no Auditório Cajuína do Atlantic City e se estenderá até sexta-feira (10).

 “Temos duas formas de controle social: os conselhos e as conferências. No primeiro, as ações são discutidas em’mbito mais restrito por conselheiros que representam os segmentos sociais, enquanto o segundo controle social, que são as conferências, necessita da participação de toda a sociedade, que tem a oportunidade de exibir as suas necessidades, reivindicações e demandas, que podem se transformar em propostas a serem discutidas e sancionadas nas esferas municipal, estadual e nacional”, explica a coordenadora do Conselho Municipal de Saúde, Elmira Maia. “Daí a importância da participação de todos no evento”, reitera.

 

Promovida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Saúde (FMS), o evento reúne gestores em saúde do município, do Estado e do Ministério da Saúde, além de entidades representativas de todos os segmentos da sociedade e populares. As propostas sancionadas serão levadas à conferência estadual, que ocorrerá em outubro, quando serão eleitas todas as ações que serão apresentadas na XIV Conferência Nacional de Saúde, marcada para o período de 30 de novembro a 4 de dezembro de 2011.

 

A conferência de Teresina terá a participação de mais de 220 delegados eleitos nas pré-conferências realizadas em maio. A abertura será realizada às 19 h desta quarta-feira (08), com a participação do prefeito Elmano Férrer e do presidente da FMS, Pedro Leopoldino, atual presidente do Conselho Municipal de Saúde e gestor do SUS. Durante a abertura, a coordenadora-geral do Sistema Nacional de Ouvidoria, Maria Francisca Abritta Moro, fará uma explanação sobre o tema do evento.

 

A participação da população nos avanços e desafios do SUS será destaque em mesa-redonda que dará início às encontros de quinta-feira (09), a partir das 8h. Outro debate, no mesmo dia, será em torno do acesso e acolhimento com qualidade nas unidades de saúde. Na parte da tarde os participantes vão discutir o que houve de avanços e os desafios na gestão pública do SUS. A dengue em Teresina também será pauta de discussão na quinta-feira.

 

Já na sexta-feira (10), último dia do evento, a partir das 8h, os grupos de trabalho vão se reunir para aferir as propostas. Na parte da tarde, haverá eleição de delegados para Conferência Estadual de Saúde, que deve ocorrer em outubro deste ano.

 

Advertisements