Lívia Machado

Secretário Rômulo Ferraz reúne com comando da Defesa Socil em Montes Claros

Secretário Rômulo Ferraz reúne com comando da Defesa Socil em Montes Claros


Estruturação de uma delegacia de homicídios, liberação de vagas para adolescentes autores de atos infracionais, transferência de presos que eram líderes do tráfico na região e assinatura de um convênio com o município para prevenção aa utilização de drogas e tratamento aos dependentes químicos foram algumas das estratégias discutidas nesta terça-feira (20), para enfrentamento da criminalidade nos 63 municípios que fazem parte da 11ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp). A reunião aconteceu em Montes Claros, sede da Risp, com a presença do secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, do comandante geral da Polícia Militar, coronel Márcio Martins Sant´anna, e da chefe adjunta da Polícia Civil, Maria de Lurdes Camille.

Montes Claros é a primeira cidade do interior do Estado a receber a cúpula da Defesa Social, que até final do ano irá se reunir com todos os comandantes das regiões da Polícia Militar e chefes de departamentos regionais da Polícia Civil nas 18 Risps do Estado. O objetivo dos encontros é realizar um diagnóstico regionalizado da criminalidade violenta, com estabelecimento de estratégias e metas objetivas de combate à criminalidade. Nas três Risps da Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde a dinâmica já foi iniciada, houve redução de 15% dos homicídios entre os meses de março e abril deste ano. “O índice de homicídios é um termômetro do bom andamento ou não de um aparato de segurança pública”, disse o secretário Rômulo Ferraz.

Antes da reunião em Montes Claros, as lideranças policiais da 11ª Risp já haviam se encontrado, em maio, com o secretário, o comandante da PM e o chefe da PC para tratar da problemática da criminalidade violenta, especialmente os homicídios. Entre as ações definidas, merece destaque a estruturação de uma delegacia especializada nesse tipo de crime na região. “Nos últimos dias tivemos seis homicídios e todos já têm a autoria identificada”, destacou o chefe do 11º Departamento de Polícia Civil, delegado Aluizio Mesquita. Ainda no’mbito da Polícia Civil, o secretário de Defesa Social garantiu que novos escrivães e delegados serão alocados em comarcas do Norte de Minas assim que o concurso e treinamento forem finalizados, o que acontecerá até o início do ano que vem.

Para a Polícia Militar, ficou definida, entre outras ações, a ampliação do Grupo Especializado em Policiamento em Áreas de Risco (Gepar), com treinamento de novos policiais. “Temos expectativa positiva de que bons resultados sejam alcançados”, disse o secretário Rômulo Ferraz.

Integração

A nova metodologia das encontros do Igesp (Integração da Gestão em Segurança Pública) foi anunciada pelo secretário Rômulo Ferraz em maio, no lançamento do Plano Integrado de Enfrentamento à Violência. Além das encontros regionalizadas nas Risps do interior, o novo formato da metodologia prevê a realização do Igesp Temático de Proteção Pública, voltado para o acompanhamento das metas definidas no ano para o Corpo de Bombeiros, e os trabalhos do Comitê Interinstitucional de Monitoramento e Repressão de Crimes Violentos. Este comitê é responsável pelo acompanhamento diário dos índices de criminalidade violenta nas variadas regiões e pela proposição medidas de contenção e repressão das variadas modalidades criminosas em todas as 18 Risps.

Advertisements