Vinte e quatro pessoas portadoras de deficiências visual e auditiva estão participando de um curso de capacitação profissional em Patos de Minas, promovido pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes). Ofertado pelo Centro Vocacional Tecnológico (CVT), a iniciativa tem o apoio da Associação dos Cegos e Deficientes Visuais de Patos de Minas e Centro de Apoio e Integração dos Surdos – Ludovico Pavoni (CAIS-LP).

As aulas para os deficientes auditivos estão sendo ministradas por um instrutor do CVT, todas as sextas-feiras, nos períodos de 14h às 15h e de 15h30 às 16h30, no CAIS. Os equipamentos utilizados nas aulas são os mesmos utilizados pelos alunos sem deficiência. A única adaptação é a linguagem, por meio de intérprete e com a maior utilização de imagens.

“Está sendo oferecido curso de informática básica exclusivamente para a busca de constituição profissional como base na inserção no trabalho e a integração social”, afirmou Gustavo Gonçalves, coordenador geral do centro.

Já o curso para os deficientes visuais estão sendo realizados pela manhã, de 8h às 9h, por meio de um programa específico que possui tecnologia que permite ao usuário entender qualquer texto, a partir de narração ou adaptação em caracteres ampliados, caso a cegueira seja parcial. O programa ainda descreve figuras, gráficos e imagens para os deficientes visuais.

Novo mundo

Adriana Fernandes de Souza, aluna com deficiência visual, ingressou num novo mundo a partir do curso do CVT. Trabalhando como analista educacional, o domínio da informática está agregando valor e independência ao trabalho desenvolvido por ela.

“Antes de começar as aulas achei que nunca seria capaz de ter acesso à internet e aos programas de computador. Aos poucos estou podendo ter o primeiro contato com as informações do mundo da informática. Meu desenvolvimento foi pessoal e profissional, pois agora posso interagir com um novo universo”, comemorou.

“Nas aulas aprendemos que podemos ir muito mais além e alcançar os nossos objetivos pessoais e profissionais. Hodiernamente não estou trabalhando e espero que com o curso eu consiga alguma ocupação”, ressaltou o deficiente visual Jalmi José da silva.

Rede Mineira de CVTs

O CVT de Patos de Minas pertence à Rede Mineira de CVTs, projeto do Governo de Minas, coordenado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), com apoio das prefeituras municipais. O objetivo é ampliar a capacitação local e regional; lutar contra a exclusão digital e social; gerar emprego e renda e contribuir para a melhoria de vida da população a partir da capacitação profissional. Para isso, três frentes de trabalho estão em atuação: alfabetização digital, inovação e constituição e aperfeiçoamento profissional.

A rede conta com 571 unidades interligadas em banda larga, representadas por 84 CVTs e 487 Telecentros, e 4.5 mil microcomputadores conectados, colocando Minas Gerais como um dos estados com os maiores programas de inclusão digital e social do país. O projeto alcança mais de 360 municípios e soma mais de 700 mil cidadãos certificados em cursos presenciais e a distância, além de 1 milhão de pessoas beneficiadas com o acesso à internet. Já foram investidos, em sua estrutura, mais de R$ 130 milhões, recursos provenientes do Governo de Minas e do Ministério da Ciência e Tecnologia.

Advertisements