Marcilene Neves

Cerca de 500 pessoas participam do Encontro Anual da Política de Prevenção à Criminalidade

Cerca de 500 pessoas participam do Encontro Anual da Política de Prevenção à Criminalidade


Cerca de 500 pessoas, entre gestores e técnicos sociais, supervisores metodológicos e estagiários, que atuam junto aos 39 Centros Núcleos de Prevenção à Criminalidade (CPCs) de Minas participam até quinta-feira (6.) do Encontro Anual da Política de Prevenção à Criminalidade.

O evento é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), por meio da Coordenadoria de Prevenção à Criminalidade, em parceria com o Instituo Elo. O objetivo é promover uma visão ampla sobre segurança pública e sistema de defesa social, além de promover a integração dos profissionais nos programas Fica Vivo!, Mediação de Conflitos, Central de Acompanhamento de Penas e Medidas Alternativas, Inclusão Social de Egressos do Sistema Prisional com as instituições e órgãos que compõem os sistemas de Defesa Social e Justiça Criminal do Estado.

O encontro teve início nessa terça-feira (4) com uma programação específica para cada atividade realizada no Estado. Já a abertura oficial foi realizada na manhã desta quarta-feira (5) pelo secretário de Estado de Defesa Social Rômulo Ferraz e pelo coordenador de Prevenção à Criminalidade, Talles Andrade de Souza, no auditório do Serviço Social do Comércio, no bairro Venda Nova, em Belo Horizonte. “A política de prevenção à criminalidade tem sido exitosa no Estado e contribuído para a redução a da violência”, destacou o secretário.

Durante seu pronunciamento no evento, Rômulo Ferraz disse que este ano foi disponibilizado um recurso que possibilitou a realização de um diagnóstico para implantação de três novos Centros de Prevenção na Região Metropolitana. A programação do evento inclui apresentações das ações desenvolvidas pelas equipes dos programas durante o ano, as discussões das metas e desafios, além de palestras.

Entre os temas apresentados nas exposições estão, por exemplo, o Sistema de Defesa Social e o Acesso à Justiça, tema da palestra da pesquisadora do Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública (Crisp), da Universidade Federal de Minas Gerais, Ludmila Mendonça Lopes Ribeiro, e a Construção do Plano Estadual de Segurança Pública, apresentado pelo assessor chefe de Gestão Estratégica da Seds, Luis Otavio Milagres.

O coordenador Talles Andrade, disse que encontro anual é importante para construção de conhecimento e para reflexão dos participantes, uma vez que garante maior envolvimento e responsabilidade das equipes em relação aos objetivos dos programas da política de prevenção. “O que pretendemos é deixar claro qual a nossa contribuição para o Sistema de Defesa Social. Os programas estão refazendo revisões metodológicas e isso mostra um esforço e uma crítica interna de avançar ainda mais. Sabemos que não estamos incluídos apenas numa estrutura física, contudo numa proposta mais ampla de política de segurança pública.” 

Participaram da abertura do evento o diretor de pesquisa e desenvolvimento do Instituto Elo, Fabiano Neves, o diretor de apoio operacional da Polícia Militar, coronel Cláudio Mendes, o chefe do 1º Departamento de Polícia Civil, delegado geral Anderson Alcântara, o diretor de atividades técnicas do Corpo de Bombeiros, tenente coronel Miguel Novaes Borges, desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Herbert José de Almeida Carneiro, e a defensora pública geral do Estado, Andrea Abritta Garzon Tonet.

Advertisements