O Ministério Público abriu inquérito civil para apurar a atuação da TelexFree, empresa de telefonia via internet que oferece ganhos semanais em dólar pela publicação de “anúncios on line”.

Segundo a promotora Fernanda Pawelek, da 1ª Promotoria Cível de Lucas do Rio Verde (350 quilômetros de Cuiabá), o sistema oferece “potencial aos interesses econômicos” dos participantes e pode esconder um esquema do tipo “pirâmide”.

“A empresa dá ênfase no sistema de indicação de pessoas e não no serviço oferecido, não havendo qualquer ligação entre os ganhos do consumidores/divulgadores com a comercialização do serviço da TelexFree”, apontou Pawelek, em trecho da portaria que abriu a investigação.

Leia mais no Diário de Cuibá