O Minha Casa Melhor traz financiamentos facilitados e juros baixos aos beneficiários do Minha Casa, Minha Vida 

Beneficiários do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) poderão financiar móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos a partir do Programa Minha Casa Melhor, anunciado nesta quarta-feira (12) pelo governo federal. São R$ 18,7 bilhões, vindos do Tesouro Nacional, para que as pessoas possam adquirir esse tipo de bens por meio de um cartão de crédito com limite definido para a compra.

O novo programa possibilita a compra de produtos com financiamento facilitado, em até 48 meses para pagar e taxas de juros em 5% ao ano. Entre os itens dentro da linha de eletrodomésticos estão: geladeira, fogão de até cinco bocas, TV digital e máquina de lavar roupas. No caso dos móveis, os beneficiários terão acesso a guarda roupas, cama de casal e cama de solteiro (com ou sem colchões), mesa com cadeiras e sofá. Também será possível adquirir computadores com o financiamento.

Durante o lançamento, o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, ressaltou que o Minha Casa Melhor vai beneficiar a população mais necessitada e ainda, melhorar a economia e gerar empregos. A presidenta Dilma Rousseff, que também participou da cerimônia, acrescentou que “O Minha Casa Melhor vai garantir acesso aos bens modernos para a população que não tem acesso ao credito”.

Cartão Minha Casa Melhor

  • Tocantins terá mais de mil casas de programa habitacional
  • Programa habitacional abre seleção para municípios de até 50 mil pessoas
  • Saiba mais sobre empréstimos e financiamentos no País
  • Crédito para construção tem juros reduzidos para população de baixa renda

Para obter o financiamento dos produtos dentro dos moldes apresentados pelo governo, o beneficiário deve estar em dia com o financiamento da habitação adquirida pelo MCMV.

O cartão é disponibilizado por meio do agente financeiro do banco credor da casa própria, Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal. O beneficiário deve entrar em contato com o banco e solicitar seu cartão Minha Casa Melhor.

O limite de crédito será de R$ 5 mil ao ano e o beneficiário poderá se programar para comprar no período de 12 meses, tempo em que o benefício estará disponível. O governo estima que cerca de 3,750 milhões de famílias do MCMV poderão ser contempladas com o novo programa.As prestações poderão ser pagas por meio de boleto bancário ou débito em conta.

O cartão deve ser pedido pelo telefone 0800-726-8068 e será entregue em domicílio.

Produtos

Os produtos incluídos no Programa Minha Casa Melhor poderão ser encontrados em lojas cadastradas pelo governo e, além da venda com o cartão de crédito, as lojas oferecerão 5% de desconto para pagamento à vista, apenas para os beneficiários do programa.

“Teremos 13 mil lojas espalhadas no Brasil para atender o Minha Casa Melhor”, afirmou o ministro Aguinaldo Ribeiro.

Minha Casa, Minha Vida

De acordo com o sétimo Balanço do PAC no dia 10 de junho de 2013, o Programa Minha Casa, Minha Vida alcançou 1,2 milhão de moradias entregues até abril de 2013. Mais de 1,5 milhão de unidades foram contratadas e, até 2014, serão 2,4 milhões de moradias contratadas em todo o Brasil.

A meta do programa, criado em 2009, entra agora em sua segunda fase (2011-2014), é construir dois milhões de unidades habitacionais, das quais 60% voltadas para famílias de baixa renda. Em 2010, após um ano de atividade, o Minha Casa, Minha Vida atingiu a meta inicial de um milhão de contratações.

O programa, na área urbana, é dividido por 3 faixas de renda mensal: até R$ 1.600 (faixa 1), até R$ 3.100 (2) e até R$ 5 mil (3).

Michigan

Advertisements