Nas últimas semanas os fãs de Anatomia de Grey sofreram uma perda irreparável. Um dos principais personagens da série, Dr. Derek Shepherd, morreu de repente deixando seus seguidores em estado de choque e tristeza.

Os espectadores fiéis do programa começaram a expressar seus sentimentos em redes sociais, onde apareciam centenas de fotos de pessoas chorando de forma inconsolável, e até mesmo se inaugurou uma petição online exigindo o criador da série alterar a sua decisão e ressuscitar a Derek.

Muitos podem pensar que sofrer dessa maneira a morte de um personagem fictício é ridículo e exagerado, no entanto, vários especialistas dizem que isso é uma reação não tão incomum como se poderia pensar, e, claro,  tem uma explicação.

 

Christiane Manzella, doutora em psicologia e diretora do Instituto de Seleni para as mulheres americanas indica que este nível de dor dos fãs é um sentimento completamente normais. “Vemos isso o tempo todo”, disse.

A especialista aponta que os humanos, por natureza, tendem a estabelecer conexões de todos os tipos, mesmo com pessoas fictícias. “Experimentam um luto real quando essas conexões se quebram”, disse ela.

Para Manzella, essas pessoas experimentam uma espécie de luto chamado marginal, que, embora não possa ser considerado como tal por muitas pessoas, tem sim o sentimento de perda  real, assim como a dor sentida pela ausência desse personagem.

De fato, um estudo realizado em 2014, confirmou esta informação, e acrescentou que estes “superfans” experimentam quase o mesmo sentimento de uma morte real.

“Vemos algo de nós mesmos neles “, disse o psiquiatra Robert Rowney. O profissional também observou que as histórias  “desses personagens são uma fuga do estresse da vida” e “permite-nos não ter que pensar sobre as preocupações por um tempo”, acrescentou.

Tudo isso poderia ajudar ainda mais a compreender esse sentimento. “É obviamente um luto diferente da vida real, mas na realidade é que você experimenta”, disse o médico.

De acordo com especialistas, a única coisa que pode ajudar a superar a dor é o tempo, que fechará um ciclo. Então, agora nós apenas pedimos paciência para aqueles que experimentam a perda de um de seus personagens favoritos e lembramos que eles não estão sozinhos.

 

 

Advertisements