A comunidade astrofísica terá suas particular noite das bruxas porque, amanhã, um asteróide de um tamanho quatro vezes maior que um campo de futebol vai se aproximar da Terra. Os cientistas descartam a possibilidade de ter um impacto sobre o planeta, até mesmo nas marés, mas o realmente intrigante é que  não se tenha detectado a presença deste grande corpo, que viaja a 35 quilômetros por segundo, até o último dia 10 de outubro.

O asteróide em questão tem sido chamado 2015 TB145 ou o “Grande Abóbora” com cerca de 400 metros de largura e estará a uma distância de 480.000 quilômetros no seu ponto mais próximo da Terra (atualmente cerca de 1,3 vezes a distância Terra-Lua).

“O fato de que este grande asteróide foi descoberto apenas 21 dias antes da sua maior aproximação ocorrer demonstra a necessidade o seu constantemente”, diz Detlet Koschny, da Agência Espacial Europeia (ESA).

Advertisements